Um papo sobre ASTROLOGIA – O que todo mundo precisa saber

Astrologia é muito mais que horóscopo de jornal. Nós temos todos os signos e planetas dentro de nós e essa leitura profunda de quem somos é possível através da interpretação do nosso mapa astral, uma foto do céu no momento exato em que nascemos, a partir da localização e horário do nosso nascimento.

E essa ciência dos astros começou lá para os lados da Mesopotâmia, na Caldeia, Babilônia, Egito há mais de 5 mil anos! Gênios desses lugares começaram a observar a relação entre os fenômenos da natureza e a agricultura e o comportamento humano individual e coletivo, verificando padrões e revelando ciclos. São os astros mandando sinais, daí o nome ‘signos’.

Ou seja, é matemática pura! Ainda rola muito preconceito por haver essa crença de que astrologia é baseada somente no nosso signo solar, quando dizemos ser de Touro, Gêmeos, Virgem etc, mas isso é só UM dos aspectos dos nosso mapa. Essa generalização, com previsões que podem se encaixar para todo mundo é que faz os céticos desconfiarem. Porém, fazendo uma interpretação séria do nosso mapa astral com um bom astrólogo, é possível, através da análise das casas – que vou falar melhor abaixo – descobrir todos os aspectos da nossa vida, não só sobre nossa personalidade, mas sobre carreira, estudos, finanças, relacionamentos, família, filhos etc. Ou seja, é muito mais complexo do que imaginamos!

E é isso que tem me fascinado ao longo de mais de um ano. Sim, sempre me interessei pelos signos e planetas e como a lua tem o poder de influenciar as marés e a gente, sabe assim? Eu sempre amei esse assunto, mas não sabia muito a respeito. Por isso, esse post é pra você, que assim como eu, tem uma simpatia com esse universo e quer saber um pouco mais. Eu ainda sou beginner nesse estudo que leva anos pra se entender todo o mecanismo e conseguir interpretar todos os aspectos, mas depois de buscas incessantes por informações online e por fim fazer um curso incrível com os astrólogos Luis Louceiro e Isabella Mezzadri, por trás do site Invertisa (esse post AQUI explica muita coisa para quem ainda não acredita em astrologia) copilei um tanto de informações para aprendermos juntos a usar essa ferramenta incrível de autoconhecimento para descobrirmos mais sobre nós, a natureza e o Universo!

Vamos lá?

Basicamente decore essa tabela abaixo. Sem neura, naturalmente conforme seu interesse vai crescendo ou ficando mais familiarizado com o assunto, os simbolos entram na sua cabeça.

Bom, como eu já disse, nós temos o zodíaco inteiro dentro de nós. Isso é porque nosso mapa é dividido em 12 casas de 30 graus, geralmente uma pra cada signo, somando 360 graus, um circulo completo.

Originalmente cada casa pertence a um determinado signo, que vai simplesmente de acordo com a ordem natural em que eles aparecem no zodíaco. Ou seja, fazendo a relação entre Astrologia e Natureza, pode-se dizer que é mais ou menos assim durante o ano, quando o sol vai passando por cada signo no decorrer dos meses e estações:

Casa 1 – Áries

O ínicio, o começo da Primavera (uma vez que a astrologia foi inventada no Hemisfério Norte, portanto seguindo as estações invertidamente do Brasil), a semente, o esperma, o homem, a força irracional, o desejo, o instinto que todos temos dentro de nós

Casa 2 – TOURO

O tronco, o corpo físico, a sensação, o material, o óvulo, a mulher

Casa 3 – GÊMEOS

Os galhos e folhas, os filhos da junção de Áries com Touro. A mente rudimentar, a comunicação, o pensamento que começa a surgir

Casa 4 – CÂNCER

O começo do Verão, as flores, as emoções, o afeto, as memórias

Casa 5 – LEÃO

Os frutos, o ego, o fogo consciente

Casa 6 – VIRGEM

O fim do verão, a colheita dos frutos, é hora de dar nome a eles e a tudo.

Casa 7 – LIBRA

O começo do Outono, as trocas, as relações, quando começamos a pensar no outro.

Casa 8 – ESCORPIÃO

Transformar o alimento em compota, a indústria. A transformação que acontece dentro de todos nós.

Casa 9 – SAGITÁRIO

Exportar e importar. A sabedoria que se adquire em contato com outras pessoas, culturas e lugares.

Casa 10 – CAPRICÓRNIO

Começo do Inverno, administrar, enriquecer, sobreviver ao inverno. O tempo.

Casa 11 – AQUÁRIO

Comemorar o ciclo. Fora do tempo.

Casa 12 – PEIXES

Dar graças a Deus pela boa colheita e pelo fim do inverno. Agora vem a Primavera, o novo ciclo. (E Áries ressurge no céu novamente, mais um ano astrológico se inicia)

Por isso o Ano Novo Astrológico só acontece em março, porque é quando o sol passa novamente pela constelação de Áries, o primeiro signo do zodíaco.

Agora vamos entender como esse mecanismo funciona dentro de nós?

Esse, abaixo, por exemplo, é o meu mapa astral, e cada pessoa tem o seu, que é a maneira como estava o céu no momento exato em que  cada um nasceu, por isso, pode ser chamado de Mapa Natal.

Quem quiser fazer seu mapa é só criar uma conta no Astro ou Astrolink com os dados do seu nascimento (data, hora e local) e o próprio site cria automaticamente a imagem do mapa. O Astrolink dá várias informações sobre muitos aspectos. É um ótimo start!

Quanto às casas, comecemos pela mais famosa delas, a casa do ascendente, ou a casa 1, sempre a linha horizontal do lado esquerdo do nosso mapa, com uma flecha. Pra todas as pessoas é assim, porém dependendo de onde está posicionado o sol, o ascendente muda. No meu caso tenho a cúspide (como são chamadas as linhas que iniciam as casas) da Casa 1 cortando em Sagitário e portanto, esse é meu ascendente. Reparem lá em destaque em amarelo.

Enquanto o sol é nossa essência, o ascendente é quem somos para o mundo. E não há como separar as duas coisas. Os dois signos dizem muito sobre quem somos. E pra completar essa tríplice energia, tem a LUA, que diz muito sobre nossas emoções, por isso é outro aspecto tão importante do nosso mapa.

Como eu disse, ser taurina, canceriana, leonina etc, não signifca que somos só isso e nem que todas pessoas do mesmo signo são iguais. Astrologia não se resume só ao nosso signo solar, ou seja, se sou taurina é porque o sol estava passando pela constelação de touro quando eu nasci, assim como de todas as pessoas que nasceram entre os dias 21 de abril a 20 de maio. E por eu ter nascido às 19h48 , meu sol foi para o segundo quadrante, pois o nosso mapa funciona como um relógio. Vejam a imagem para tentarem entender.

Se você nasceu ao meio dia, seu sol vai para o topo do mapa, se nasceu às 6h da manhã, seu sol fica junto ao ascendente e por aí vai. Ou seja, o sol carrega consigo o signo em que está, fazendo com que a roda dos signos gire de acordo com o horário do nascimento da pessoa. E assim, o signo que estiver ascendendo lá na linha referente ao número 6 do relógio será o ascendente e isso define todas as casas.

Aliás, vamos falar mais sobre elas pra coisa começar a fazer mais sentido.

AS CASAS DOS MAPA ASTRAL

  • CASA 1 (ou casa do ascendente): Fala sobre sua personalidade e como as pessoas o enxergam.
  • CASA 2: Finanças, posses, como você ganha e gasta dinheiro.
  • CASA 3: Comunicação, pensamento, ideias. Irmãos, tios e primos. Pequenas viagens e viagens diárias. Educação, escola primária.
  • CASA 4: Lar, local em que se mora, segurança. Diz muito sobre nossa mãe, nosso passado e nossos ancestrais.
  • CASA 5: Fala sobre nossos filhos, nossa criatividade, nossas formas de lazer e também sobre nossos affairs, relacionamentos menos sérios, até amantes.
  • CASA 6: Diz muito sobre nosso trabalho e saúde física.
  • CASA 7: Relacionamentos, casamento, parcerias, sociedades.
  • CASA 8: Heranças, transformações, morte e sexo.
  • CASA 9: Viagens, Universidades, filosofia de vida, religião.
  • CASA 10 (ou Meio do Céu): Carreira, futuro. Diz muito sobre nosso pai.
  • CASA 11: Amigos, persona social, clubes e intelectualidade.
  • CASA 12: Espiritualidade, missão de vida, desafios, vidas passadas, anjos da guarda, sonhos, o inconsciente, reclusão.

Viram como todos os aspectos da vida são possíveis de serem analisados quando olhamos para o mapa como um todo? Isso é feito de maneira extremamente matemática.

Agora que vocês já sabem o que significa cada casa, podem entender melhor como identificá-las nos seus mapas:

 

Essa é a versão do meu mapa no Astrolink. Parece diferente, mas é a mesma coisa. Destaquei alguns pontos pra ficar mais fácil de identificar. Percebem como eu tenho todos os signos dentro do meu mapa? E vocês também têm! Alguns terão mais força que outros, cada pessoa tem aquela energia num aspecto diferente e por isso somos tão complexos e únicos.

Mas vamos aos pontos destacados. Minha Casa 1, contornada em azul, uma casa originalmente de Áries, com características desse signo pra todo mundo, está em Sagitário, portanto minha casa 2 estará em Capricórnio, a casa 3 em Aquário e assim por diante, seguindo a ordem natural dos signos.

Outro ponto importante é que no meu caso, a linha não corta no começo de Sagitário, e sim no grau 16, ou seja, no meio desse signo (pois cada signo tem 30 graus, lembram?). Então, a minha Casa 1 deve ser considerada a partir de onde a linha corta até a próxima linha, que é a cúspide da Casa 2 e assim por diante. Portanto, dentro da minha Casa 1 em Sagitário temos também um pedaço de Capricórnio e isso é absolutamente normal. Para definir qual o signo que pertence à casa considerem somente onde a cúspide corta. Percebam que por isso eu tenho Urano dentro da casa 1, porém em Capricórnio, mas como está dentro do espaço da Casa 1, é ela que o planeta influencia.

É possível ver também que eu tenho o Sol na casa 6 em Touro, assim como Lua também em Touro, porém na Casa 5, que está em Áries, Ou seja, enquanto o sol influencia meu trabalho e saúde, a lua influencia minha criatividade, lazer e filhos. Confuso, né? Eu sei.

Isso sem falar nos planetas, que intensificam a força de cada casa e ampliam a interpretação, ou ainda os aspectos que esses planetas e casas fazem entre si, através de angulações que são essas linhas coloridas que vocês estão vendo no meio do círculo, chamadas de trígonos, sextils, quadraturas ou oposições. Mas peloamordedeus isso é tema pra outro post, que eu sei que já deu tilt na cabeça de vocês! Na minha também deu no começo, mas aos poucos essa matemática vai ficando mais clara.

Por isso, vão processando aos poucos essas informações, comecem analisando os seus próprios mapas e me contem o que mais gostariam de saber a repeito desse universo infinito que é a astrologia! Volto em breve falando melhor sobre os planetas, ok?

Espero que esse post tenha criado uma nuvenzinha na cabeça de alguns, que é o despertar para esse assunto e para outros tenha sido um clarear de quem já está nesse processo e queria entender um pouco mais! Que a gente possa usar essa ferramenta milenar linda a nosso favor!

Beijos,

Mirella

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s