Look: Vestido midi nude

Sábado fui ao casamento dos meus queridos primos Camila e Silvio. A festa foi linda, mega animada, a cara dos noivos, mas mostro alguns detalhes no próximo post.

Hoje vou mostrar a minha escolha pra este dia tão especial. Usei o vestido da minha formatura de terceiro colegial. Sério, nunca mais havia usado, ficou guardado tanto tempo que quando mandei lavar novamente ele deu uma leve encolhida (ou será que eu cresci?! quem me dera..). Aí claro, dei aquela repaginada, mandei cortar um pouco abaixo dos joelhos, já que o decote ousado na cintura e costas pedia uma contrabalanceada nas pernocas. O bordado já tinha passado do seu momento e era vintage demais, pra não dizer cafona mesmo, e tirei todinho, mas aí precisava de outro no lugar. Eis que resolvi me aventurar e bordar eu mesma! Sim, gente, eu bordei! Os bordadores de Oscar de La Renta e companhia que se cuidem!! Tadica de mim, quem vê pensa.. consegui me virar, mas confesso que deu um trabalhão. Em dois dias bordei tudo que precisava, mas só indico pra quem tem tempo de sobra, viu.. a madruga foi minha amiga semana passada..

E eu que nunca tinha costurado nem um botão (isso eu não contei pra ninguém, segredinho nosso, hein?!) fui bem sucedida na minha empreitada, não ficou perfeito, nem perto disso, mas deu certo! Comprei as pérolas e strass lá na Ouro Velho. Com linha da cor do vestido, uma agulha bem fininha e muita paciência as fileirinhas foram ganhando vida. Contei com a ajuda da minha mamma nos primeiros passos e depois de desmanchar várias vezes, peguei o jeitinho. A maioria me desmotivava, “você mesma vai bordar????!!!!” e eu com aquela cara de designer de alta costura, afirmava que sim, eu sabia o que estava fazendo.

Tudo isso porque me deu uma vontade louca de usar novamente o vestido. Achei que casava bem com a ocasião e o momento na moda, que enfatiza o nude, os recortes e o comprimento mais alongado. Escolhi o midi primeiro porque queria sair da minha zona de conforto. Nunca mais havia usado o comprimento abaixo dos joelhos e acho bem chique. Houve uma época em que o midi reinava absoluto em festas, o famoso longuete.. quem nunca?! Depois saiu de cena de um jeito que ficou conhecido no “mundo jovem” como a peça mais cafona dos últimos tempos. De lá pra cá o comprimento encurtou tanto, que a nova geração anda esquecendo a parte de baixo sabe-se Deus onde.

Longe de mim dar lição de moral, viu.. e nem quero justificar minha escolha de uma forma careta, adoro minis! Só aproveitei a deixa de toda a exposição de pele da parte de cima pra compensar embaixo, simples assim. E o longuete agora por ser chique, só de chamá-lo de “midi” você já não o vê com outros olhos? Todo mundo precisa se repaginar, minha gente.. e a moda sabe bem como fazer isso.

Vou ver se procuro lá no fundo do baú uma foto da formatura (estou me achando com 70 anos, né? Mas minhas amigas bem que acharam quando na sexta-feira disse com toda naturalidade, “hoje não vou sair, preciso terminar meu bordado”). Sério, sei que tem o álbum lá na casa da minha mãe, mas preciso fuçar de verdade, então se eu achar posto depois, pode ser?

A maquiagem eu mesma fiz. Já que estava tudo neutro demais, e eu adoro colocar um pouco de cor em algum detalhe, optei pela boca marcada. O batom vinho combinou certinho com a tonalidade do vestido, puxado para o rosê. Nos olhos um pouco de sombra marrom cintilante mais iluminador, tudo bem suave. No cabelo eu fiz babyliss pensando em prender depois, mas na falta de tempo fui novamente com ele puxado para o lado, coisa que resolvi nos últimos dois minutos antes de sair de casa.

Mas já falei demais e vamos ao que interessa!!

Quero saber o que acharam, hein?! 

Vestido: Donna Exotic customizado
Sandália: Iorane
Clutch: Acervo pessoal

Retrô!

Que tal?! Gostaram do resultado? Me contem!!
Beijão!!

6 comentários sobre “Look: Vestido midi nude

    1. Olá Anna! O batom é o 87 da kiko Make up Milano. Passei primeiro ele do jeitinho que queria que ficasse e depois segurei um pedaço de papel por cima, pra tirar o excesso. Em seguida passei pó translúcido por cima, ou seja, aquela camada ficou protegida e só saiu no dia seguinte rs. Depois por cima da camada fininha de pó passei com pincel mais uma camada do batom com o Russian Red da MAC no centro. E ao longo da festa eu só repassava um pouquinho do vinho da Kiko mesmo, nem levei a outra cor. Obrigada, beijos!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s